24.4.07

E, ou eu muito me engano, mas acho que tenho cultivado mesmo uma fraqueza em mim. E nem nisso sou forte. E mais e mais acho melhor não ser. Acho que desisti até de morrer. Primeiro, porque sou muito mole pra suicídio. Depois, porque, na verdade, tenho me suicidado sempre: dos trabalhos, dos projetos, e da vida das pessoas. E cada desistência é um luto que enegrece um futuro. E é assim que, faz tempo, o cinza das manhãs chuvosas tem criado a vida nos meus dias.

2 comments:

Gwen said...

meu futuro, cadê?

faz tempo que se enegreceu com minhas desistencias/fraquezas, né?

roque said...

É. Ainda bem que eu tenho uma gaveta pra jogar estas visões de futuro minhas, negras, presentes, mas que já serão passadas amanhã. E, conforme envelhecem, vão ficando bem cinzinhas, uma beleza!