10.12.07

O Brasil é um país, uma nação e um povo. Um país é um território habitado por um conjunto de pessoas com uma história própria. Durante muito tempo se pensou o contrário, mas hoje sabemos que uma nação é um grupo político independente cujos membros não precisam ter, necessariamente, a mesma origem, língua, religião ou suposta raça. É justamente com suas muitas origens, línguas, costumes e tradições que se pode definir o povo brasileiro e sua história. Assim fica boa e bonita esta definição.

Mas.

O país é sempre um futuro, que não vem. A nação é para sempre o produto do passado colonial, a um tempo vergonhoso e glorioso. E o povo é sempre povo. Sempre povo. Sempre marcado do passado. Sempre esperançoso do futuro. Sempre alheio do presente, da política e da História.

4 comments:

Fábio Babette said...

Um futuro que não vem. Ótimo.

Linkarei você, amoreco, pode?

Ah, sim... a verificação de palavras. Na teoria, evita spams, mas não impede outras coisas mais. Mas a moderação de comentários não é de todo ruim.

;)

Endora said...

ou seja: brasil eternamente colônia. tivemos uma discussão interessante sobre isso na aula de sábado. infelizmente meu torpe sono pós-almoço (sim, a aula era à tarde) impediu-me de anotar com detalhes os pontos interessantes da discussão. lembro vagamente de ter rolado um debate marxista que quase me fez acordar. uma hora eu lembro.

aí eu te conto.

Valéria said...

o que a gente faz... ou nao faz... e´ a gente que faz ou nao faz... rs
vim retribuir sua visita
sou uma desesperançosa das pessoas mas esperançosa do povo, nao sei se me entende...
um abraço

Biajoni said...

segunda começam as vendas.
:>)
www.osviralata.com.br